NO AR

Especial Musical

eusoufiel.com.br

Comunidade

Idoso de 75 anos morre ao cair de escada rolante no Metrô do Recife; veja o que diz perito e polícia

Publicada em 12/01/24 às 20:55h - 40 visualizações

por Folhape


Compartilhe
 

Link da Notícia:

 (Foto: Ricardo Fernandes/Folha de Pernambuco)

Um idoso identificado como Manoel Francisco dos Santos Filho, de 75 anos, morreu, por volta das 16h da tarde desta sexta-feira (12), ao cair de uma escada rolante de seis metros na da Estação Central do Metrô do Recife, que continuou seu funcionamento. Empurrado por outros passageiros, ele tentava ultrapassar um carrinho de bebidas que havia "travado" na escada, quando se desequilibrou.

O corpo esteve isolado no espaço ao lado de uma mochila preta e um par de sandálias por aproximadamente três horas, até a chegada do Instituto de Criminalística (IC) e da Polícia Civil de Pernambuco (PCPE), para realização da perícia, antes do Instituto de Medicina Legal (IML) recolher o corpo.

A escada de onde Manoel Francisco caiu não foi interditada, apenas desligada. Com isso, passageiros seguiram a utilizando.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado pouco depois das 16h, mas já encontrou o corpo do homem sem sinais vitais.

De acordo com a apuração da reportagem da Folha de Pernambuco, um vendedor ambulante “travou” o fluxo de pessoas na subida da escada com um carrinho de bebidas, o que ocasionou tumulto e aglomeração de pessoas. Foi então que o idoso, ao tentar ultrapassar o vendedor à sua frente, pendurou uma das pernas no corrimão e caiu.

O vendedor foi encaminhado até a Central de Plantões da Capital (Ceplanc) para prestar esclarecimentos. Ele não deverá ser indiciado.

Após o ocorrido, a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), responsável pelo Metrô do Recife, emitiu uma nota. Nela, garantiu que "os órgãos técnicos foram acionados para acompanhar as investigações com as demais autoridades competentes", além de que "a companhia já está adotando todas as providências cabíveis e necessárias para esclarecer as circunstâncias". A Companhia informou à reportagem, ainda, que as imagens das câmeras de segurança serão entregues à polícia.

Perito do IC, Alcides Buarque apresentou a gravidade da queda. "Ele caiu da escada, foi uma morte de natureza acidental. Arriscou a própria vida. Ele caiu de cabeça, sem nenhuma chance de sobreviver", afirma.

Delegado da Polícia Civil à frente do caso, Paulo Clemente trouxe detalhes dos momentos que antecederam a queda, reforçando a altura da escada. "Tinha um ambulante com carrinhos de bebidas, que será ouvido na delegacia, mas que não provocou (a queda). A vítima estava subindo a escada rolante com muitas outras pessoas. Antes dele, estava um rapaz com um carrinho de bebidas, que enganchou no pé da escada rolante. Aí, o povo ficou passando por cima. A vítima, que estava sendo empurrada, passou o pé por cima do corrimão, escorregou e caiu da escada, de uma altura de seis metros, aproximadamente", diz.

Questionado sobre a escada rolante não ter sido interditada para o momento da perícia, o delegado afastou prejuízos ao trabalho. “O perito fez a perícia e viu todos os detalhes. Era para ter sido isolada, mas quando chegamos o local ainda estava preservado", frisa.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








LIGUE E PARTICIPE

(81) 98767-1039

Copyright (c) 2024 - Rádio Maranata FM
Converse conosco pelo Whatsapp!